domingo, 15 de janeiro de 2012

Finalmente *


 Hoje percebi que não presiso de te amar para ser feliz contigo... Adoro a nossa amizade e não quero voltar a perdê-la. Vou tentar esquecer-te, aos poucos, ao ritmo que o meu coração quiser, pois agora de uma estranha maneira sinto-me bem, sinto-me melhor agora que as coisas ficaram resolvidas entre nós e que já não tenho aquele constrangimento contigo, sinto-me tranquila, livre e em breve o meu coração estará novamente vazio de ti. *(:

10 comentários: